Pesquise um lugar da Bíblia:

Reino dividido de Israel e Judá

Israel
Após a morte de Salomão, as dez tri­bos do norte se rebelaram e estabeleceram um reino separado do de Is­rael governado por Jeroboào, com capital em Siquém e centros de ado­ração em Dã e Betei (1Rs 12.1-23). Onri, um rei israelita do século 9°, fundou uma nova capital chama­da Samaria (1Rs 16.24). Onri foi su­cedido por reis como Acabe e Jeú (1Rs 15.25-22.40, 22.51-53; 2Rs 1-8.15; 9.1-13.25; 14.23-29; 15.8-31; 17.1-6).

Judá
Os sucessores de Davi continuaram a governar o reino do sul (Judá) da ca­pital, Jerusalém (1Rs 14.21-31; 15.1-24; 22.41-50; 2Rs 8.16-29; 11.1-12.21; 14.1-22; 15.1-7; 15.32-16.20; 18.1-25.30). Essa divisão continuou até o Exílio.

O Monte Sinai seria na Arábia?

    Em Gálatas 4.25, o apóstolo Paulo identifica como sendo o Monte Sinai na Arábia. Ele escreve: "Porque estas são as duas alianças: a do monte Sinai, que dá à luz filhos para a servidão, que é Hagar - para esta Hagar é o monte Sinai na Arábia e corresponde à Jerusalém que agora existe, pois é escrava com seus filhos" (Gálatas 4.24-25).
   As perguntas a serem feitas a respeito desta passagem são:
   "Onde estava a Arábia Saudita no primeiro século dC, e que área cobria, quando o apóstolo Paulo escreveu o livro de Gálatas?"
   "Qual foi a compreensão geográfica do termo Saudita do Apóstolo Paulo?"

Uma casa no tempo de Jesus

Um desenho manual ilustra como eram as residências no tempo de Jesus.